sábado, 4 de abril de 2009

Sport Club Internacional - 100 anos de Glória

Salve, salve, amáveis leitores... Ontem não atualizei o blog pois tive uns compromissos por ai... Hoje estou de volta, nesse sábado, não tem nenhum jogo de tanta importancia... Mas, temos uma grande história para contar! Ontem falamos de uma história triste, hoje tem história alegre, nada mais nada menos que os 100 anos de história do glorioso Sport Club Internacional de Porto Alegre.

Os comerciantes paulistas, descendentes de italianos da Lombardia, os irmãos José e Henrique Poppe Leão(foto), e o primo Luiz Madeira Poppe, foram os responsáveis pela criação do Sport Club Internacional.

A maior dificuldade encontrada pelos Poppe, quando se transferiram de São Paulo para Porto Alegre, em 1908, foi a de não serem aceitos como sócios nos dois clubes da cidade (o Grêmio e o Fussball Porto Alegre), pois não tinham ascendência germânica. A intenção dos Poppe era praticar algum esporte, preferencialmente o futebol. No Grêmio, que existia há 6 anos, as portas foram fechadas a eles, com a desculpa de que eram gente recém-chegada e pouco conhecida na cidade. Isso irritou os Poppe, que então convocaram um grupo de estudantes e comerciários de Porto Alegre para uma reunião, marcada para o dia 4 de Abril de 1909, no endereço de número 141 na avenida Redenção (hoje avenida João Pessoa, 1025), com o objetivo de fundar um novo clube de futebol. Começou assim a história do Sport Club Internacional. O nome foi escolhido em homenagem ao então campeão paulista da epoca de onde vieram os irmãos Poppe.

O primeiro Gre-Nal (como é conhecido o maior clássico gaúcho), foi com apenas 3 meses de vida e o resultado não poderia ser pior... 10x0 para o Grêmio.

O primeiro título veio em 1913, o campeonato metropolitano de Porto Alegre, de forma invicta, o qual repetiu a campanha no bicampeonato em 1914 e em 1915, veio a 1ª vitória em clássicos contra o Grêmio, 4x1! No ano seguinte, a goleada foi maior! 6x1! 6 gols de Francisco Vares, herói do jogo.

Em 1927, veio o 1º campeonato gaucho, vencendo o Grêmio Bagé por 3x1. O 2º titulo só viria 7 anos depois em 1934.

Os anos 40 e 50 foram os primeiros anos de ouro da história "colorada", entre 1940 e 1955, foram nada mais, nada menos que 13 títulos gauchos! (só não foi campeão em 46, 49 e 54) e destas conquistas, foram 8 de forma invícta e consagrando o artilheiro Carlitos com 485 gols, o maior artilheiro da história do futebol gaúcho.

Os anos 60 foram de vacas magras, titulos gauchos somente em 61 e 69, porém com a criação da Taça Brasil, foi o clube gaucho que mais se destacou nacionalmente, obtendo um 3º lugar em 62 e 2 vices-campeonatos em 67 e 68. Além disso, aconteceu uma vitória histórica sobre o Corinthians por 1x0, gol de Lambari em pleno Pacaembu, isso foi "só" a 1ª vitória de um clube gaucho sobre um paulista dentro de SP.

Nos anos 70, com a construção do atual estádio Beira-Rio, veio um timaço liderado por Falcão, nessa decada veio um OCTAcampeonato (de 69 a 76) , sendo que em 74, foram 18 vitórias em 18 jogos. O time também se destacou nacionalmente, com 3 titulos brasileiros! Em 75, foi em cima do Cruzeiro, 1x0, gol de Figueroa. O bicampeonato veio no ano seguinte, em cima do poderoso Corinthians, 2x0, gols da Dário e Valdomiro. Por fim, o tri veio em 79, com 2 vitórias sobre o Vasco, 2x1 em Porto Alegre e 2x0 no Rio, 2 gols de Chico Spina!

Em 1980, se tornou o 1º time gaucho a disputar uma Libertadores e também o 1º clube gaucho a chegar na final da mesma, pena que foi batido pelo Nacional do Uruguai na decisão.

Após isso, o clube amargou 2 vices-campeonatos brasileiros seguidos, perdendo para o Flamengo em 87 e para o Bahia em 88.

Em 1992, mesmo com crise financeira, o time conquistou o inédito título da Copa do Brasil, batendo o Fluminense na final. O final dos anos 90 foram de muitas crises na metade vermelha do RS, sendo inclusive ameaçado de rebaixamento em 99, este que foi salvo graças a um gol de Dunga, em jogo contra o Palmeiras nas ultimas rodadas do brasileiro.

O Século XXI não poderia começar melhor, além de comemorar um tetracampeonato gaucho entre 2002 e 2005, viu o seu rival Grêmio ser rebaixado à 2ª divisão nacional. Em 2005, a equipe chegou ao vice-campeonato brasileiro, que lhe deu direito a voltar à Libertadores. E já na volta, foi com grande estilo! Bateu o até então atual campeão, o São Paulo, ganhando dentro do Morumbi por 2x1 e segurando um empate em Porto Alegre!

O dia 17 de dezembro de 2006 talvez tenha sido o maior em toda a história do clube, a final do Mundial de Clubes contra o poderoso Barcelona, que tinha Ronaldinho Gaucho, Deco, Iniesta, Puyol e outros craques em seu plantel, mas quem se destacou foi Adriano Gabiru, que saiu do banco e marcou o gol mais importante da história do clube.

Fechando, o clube ainda conquistou a Recopa Sul-Americana em 2007 e a Copa Sul-Americana em 2008, fazendo assim o clube ganhar o apelido de "Campeão de Tudo".

Outro orgulho colorado é a imensa vantagem sobre o Grêmio em confrontos diretos, em 375 jogos, foram 140 vitórias coloradas, contra apenas 118 do rival.

Aos que leram até o final fica o meu agradecimento, um pouco de história não faz mal a ninguém hehehe, amanhã falarei das finais nos principais estaduais no Brasil, até lá! Abraços a todos!

"Segue tua senda de vitórias. Colorado das glórias. Orgulho do Brasil"

6 comentários:

luiz disse...

prefiro o gremio
kkkkkk

se puder
http://sonabrisa.nomemix.com/

Fi@m@ disse...

adorei seu blog, gosto de futebol, não entendendo muito, mais gosto, pelo - quando o são paulo joga eu torço rsrsrs...

entra lá no meu

http://www.brazilideas.blogspot.com

bjs

Lucas Sepúlveda disse...

Uma coisa que eu não sei absolutamente nada, mas admiro muito: futebol brasileiro. Não sei nada mesmo, nem sobre futebol, mas é até emocionante ver como o futebol é tão forte na cultura do brasileiro.

Sim, as poesias são de minha autoria, obrigado pelo elogio.

Aliás, seu blog é de conteúdo íntegro, muito interessante.

Parabéns.


http://quartodealuguel.blogspot.com

Davizinho disse...

moro na cidade nova cara
bom, valew por comentar meu blog, é tipo, tô começando ele..

ah, sobre o seu blog, te confeço q eu num sei nada d futebol...
hehehehe

Bruno R.Ramos disse...

Sempre gostei do Colorado... MAs como sou cruzeirense não tecerei nenhum elogio em vão... Hehehehe.

Eu amo a E.Y. disse...

Não sabia desse detalhe, que os fundadores do INter haviam sido rejeitados no Grêmio. Isso dá uma pitada a mais na já gigante rivalidade.

Um abraço!